O post de hoje é sobre a Jamaica. Mas não vamos falar sobre suas belezas naturais, reggae ou Bob Marley. Vamos falar de algo diferente: o café.

Poucas pessoas sabem, mas a Jamaica é um dos produtores de café mais importante do mundo. Esse pequeno país na América Central produz um dos melhores grãos do planeta, o Jamaican Blue Mountain.

Esse café do tipo arábica é cultivado na parte leste da Jamaica, entre Kingston e Port Antonio, nas Montanhas Azuis, as mais altas do Caribe. A produção é escassa e por isso e um tipo de café exclusivo e até difícil de ser encontrado. Grande parte da totalidade do café Blue Mountain da Jamaica é exportado para o Japão. Atualmente, é um dos tipos mais procurados e, por isso, também um dos mais caros, podendo chegar a R$ 230 o quilo.

Sua característica mais marcante é sabor suave. Como não tem gosto amargo ele conquista muitos paladares. Esse café tem um toque frutado e com pouco conteúdo de cafeína o que lhe confere um sabor totalmente único. Além do Blue Mountain, a Jamaica produz o Jamaica de Alta Montanha e o Jamaica Suprema, ambos de qualidade premium gourmet. E como tudo na Jamaica tem um toque de reggae, uma das empresas produtoras do Jamaica Blue Mountain, além de outras variedades, é a Marley Coffee, fundada por Rohan Marley, filho de Bob Marley.

Você pode conhecer os cafezais e ver de perto como o melhor café do mundo é cultivado. O acesso às montanhas se dá pelo parque Blue and John Crow Mountains National Park  em Kingston.  Lá em cima, já a mais de dois mil metros acima do mar, você poderá degustar o café e tirar a prova se é ou não o melhor café do mundo.

E já que você estará em Kingston, não fuja do clichê e aproveite para visitar o museu de Bob Marley. O ponto mais visitado da capital jamaicana. O museu está instalado na casa em que o artista viveu de 1975 até 1981, ano de sua morte. A visita é guiada, dura 1h15, e passa por todos os cômodos da residência, inclusive o quarto de Bob Marley. Há uma lojinha de souvenir e uma cafeteria que serve especialidades jamaicanas e comidinhas veganas. O museu funciona de segunda a sábado e o ingresso custa US$20.

Kingston tem ótimas opções de hospedagem. Mas nossa dica é que você escolha hotéis mais próximos ao centro, pois ficará mias fácil para você se locomover pela cidade.  Sugestões: Knutsford Court Hotel, Courtleigh Hotel and Suites e The Jamaica Pegasus.