A Grande Barreira de Corais da Austrália é um sonho para todos os fãs das práticas de mergulho, e as queridas tartarugas não poderiam ficar de fora. Ao longo das Heron e Lizard Island, elas podem ser vistas em grande quantidade, tanto na terra quanto no mar. Já na “Praia das Tartarugas” a água transparente permite que as habitantes nativas sejam observadas a pouca distância por quem se aventura por ali.

Hero_006_Heron_AerialApenas na Heron Island, estima-se que habitem mais de 4 mil tartarugas, número que pode aumentar bastante na época de reprodução. Por isso fique de olho nas pegadas da praia!

Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, a Grande Barreira de Corais da Austrália oferece um mundo de possibilidades para os admiradores da natureza. São mais de 6 mil espécies vivas entre animais, plantas aquáticas e uma diversidade de microrganismos que mantêm o equilíbrio neste ambiente. Mas as tartarugas marinhas ganham destaque nesse universo natural, e atraem milhares de turistas todos os anos.

Animais pré-históricos, é possível encontrar seis espécies de tartarugas na região, especialmente nos meses de reprodução e desova. A Heron Island, em específico, é abrigo para duas espécies vulneráveis: a Tartaruga-Verde (Chelonia mydas) e a Tartaruga-Cabeçuda (Caretta caretta), que podem ser vistas pela praia na temporada entre novembro a março, quando as temperaturas estão mais elevadas.

A Grande Barreira de Corais é a única estrutura natural que pode ser vista da Lua, recorde que traz uma nova perspectiva sobre sua magnitude. Mas essa grandeza não significa que seu habitat não seja delicado, pelo contrário, é preciso muito cuidado. O gradual aumento da emissão de carbono na atmosfera e a contaminação dos oceanos ameaça esse paraíso a cada ano. Sendo assim é fundamental o papel do turista para a preservação.

Para você que pretende conhecer mais esse mundo, vão algumas dicas:

– As tartarugas são muito sensíveis e desconfiadas. Mantenha sempre uma distância mínima de 10 metros do animal quando estiver colocando seus ovos.  Nunca atravesse pela frente delas e sim por trás.

– Não aponte luzes artificiais, como lanternas ou flash de celular, para os animais. Eles são muito sensíveis e podem se confundir.

– É necessário seguir todas as regras do local para que o turismo não interfira no ecossistema, garantindo melhores condições para os animais e seu habitat natural.

Quer saber mais sobre o incrível muito natural das belezas marinhas? O Resort Lizard Island oferece além de trilhas, caminhadas, experiências com tartarugas e baleias Jubarte, que são conhecidas por serem curiosas e se aproximarem dos navios, você pode apreciar o pôr do Sol vermelho e de da Constelação Orion.

Faça já sua reserva e aproveite tudo que a natureza tem de bom para lhe oferecer.

Roteiros e reservas, no site: www.lizardisland.com.au/