Florida-Polytechnic-University-IST-Building-Interior-Terrace-2Novo ícone do Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã foi premiado internacionalmente pelo projeto do espanhol Santiago Calatrava, com suas formas orgânicas e baseadas em elementos da fauna e da flora brasileira. Os 15 mil metros quadrados são cercados por espelhos d’água, jardins, ciclovias e espaço para lazer, bem no centro da Cidade Maravilhosa.

Mas as obras do arquiteto estão espalhadas pelo mundo afora, chegando na Flórida. Trata-se do icônico prédio de Inovação, Ciência e Tecnologia (IST) da Universidade Politécnica da Flórida, em Lakeland. Foi reconhecido como um dos 16 edifícios mais impressionantes do mundo pela Revista Tech Insider da Business Insider, que entrevistou 16 arquitetos influentes sobre os edifícios que eles consideravam “de tirar o fôlego”.

Construções como o Paternon na Grécia, O Empire State Building em Nova York e a residência Fallingwater de Frank Lloyd Wright na Pennsylvania também fazem parte da lista.

O IST possui 162 mil metros quadrados de cúpula branca, sistema de telhado de lâminas que se ajusta com o ângulo do sol e está rodeado por pérgolas que sombreiam o terraço e as passarelas.

A construção ainda abriga 26 salas de aula, o auditório Aula Magna, escritórios administrativos e sala de docentes e uma área comum de mais de três mil metros quadrados. São, também, 11 laboratórios de inovação, incluindo um laboratório de impressão 3D, laboratório de segurança cibernética e um laboratório de informática de saúde.

A Instituição já recebeu algumas honrarias. Em 2014 foi reconhecida pela Engineering News-Record como Melhor Projeto de Engenharia e como Melhor Inovação Estrutural em Aço pelo American Institute of Steel Construction. Em 2015 ganhou o Prêmio IDEAS² em Inovação de Engenharia e Arquitetura com Aço Estrutural e o Prêmio Internacional de Arquitetura pelo Chicago Athenaeum.