2Para quem tem como destino a Barreira de Corais australiana, a escala em Sidney é praticamente obrigatória, mas essa parada não precisa ser tediosa nem cansativa. Além de excelentes bares e restaurantes, Sidney tem uma programação cultural e artística muito intensa. A cidade recebeu uma grande quantidade de imigrantes nas últimas décadas, de forma que vestígios de gastronomia e hábitos multiculturais podem ser vistos pela cidade. A caminho das maiores belezas naturais do mundo, que tal dar uma parada na capital australiana e conhecer um pouco sobre a vida no outro lado do mundo?

A Opera House é um dos símbolos da cidade, pela grandiosidade da construção e sua importância como centro cultural. A Ópera de Sydney foi concluída em 1973, tem cerca de 1000 divisões, incluindo cinco teatros, cinco estúdios de ensaio, dois auditórios, quatro restaurantes e seis bares, o maior auditório comportando quase 3000 mil pessoas de uma só vez.

1Você pode fazer um tour guiado por dentro do complexo, mas não deixe de ver a vista a partir da Harbour Bridge, ponte que completa o cenário do grande Teatro. A construção está localizada na Baía de Sidney, outro local imperdível para seu passeio, com muitos bares e restaurantes para curtir a noite.

E pra finalizar o passeio, não deixe de caminhar pelo The Rocks, o bairro mais antigo da cidade e local de sua fundação. A região abriga uma grande variedade de cafés, restaurantes, lojas e mercados interessantes por suas pequenas ruas de pedra, especialmente para os turistas. A arquitetura é considerada patrimônio local, mantido por meio das fachadas históricas e arquitetura colonial.